domingo, 17 de agosto de 2008

Dois gigantes no ocaso

Dalva de Oliveira e o Maestro Osvaldo Borba, no início dos anos 50.


*Dalva de Oliveira (D.) entrevistada por Vicente Celestino (V.) em julho de 1964. Arquivos da Rádio Jovem Pan. Transcrição*

V. o dalva olha [ininteligível]
D. aonde eu nasci?
[
V. sim
D. eu nasci... em rio claro estado de são paulo
V. paulista?
D. paulista
V. muito bem não é de macaé não?
D. (risos) não não sou de macaé
V. qual foi a sua última gravação?
D. a última gravação:: foi::... há coisa de:: seis meses... uma coleção de tangos... um long-play de tangos
V. e qual foi a sua priMEIra gravação?
D. a primeira gravação... foi:: em 1937 que gravei ITAquari
V. muito bem... e::: dos seus filhos... só o peri... tem voz... bonita?
D. não vicente... o engraçado é que o ubiratã também voz muito bonita mas ele não quis seguir a carreira
V. oh:: você::... você gosta de cantar não é?
D. muito vicente... muito muito
V. ah:: o que lhe dá mais alegria... as palmas do público ou o zum zum dos::... entendidos?
D. ih vicente precisa dos dois né (risos) o aplauso do público nós precisamos muito e nós sentimos muita falta... porque sem eles nós não podemos entender e sentir o calor e saber/e sabermos mesmo se estamos agradando ou não... e:: também (aplausos) [ininteligível] falei? (aplausos) e dos eruditos nós também:: quando é recebido como quando é recebido entre amigos nós ficamos felizes e sabemos que é verdade... agora... você sabe que:: pra nós pra mim pra você... pra linda batista... pra outros dos nossos tempos gostosos/gostosos né nós temos vendido por catálogo né vicente? você já sabe que não é preciso aquele:: aquela::: aquele barulho de paradas nem nada né? nós vendemos no catálogo vendido sempre assim graças a deus
[
V. isso é horrível né é horrível este negócio de andar pedindo pra tocar disco... entendeu?
[
D. pois é (aplausos) (risos)
[
V. pra tocar... é... um artista... este negócio o artista não vence por seu valor... vence pela gravação... entendeu?
D. (risos)



3 comentários:

Anitta_24 disse...

Que blog é esse? Uma maravilha! Amei, amei mesmo. Achei-o por acaso pesquisando sobre a Dalva de Oliveira. Parabéns pelo ótimo trabalho de resgatar e reunir num blog tudo que é nosso e que anda meio esquecido. Sou amante da MPB e confesso que hei de ficar fã de carteirinha do blog de vocês. Parabéns mesmo.

Charles Bonares disse...

Imensamente gratos, Annita. Em breve, gravações raras das apresentações de Dalva na rádio carioca, ao voltar de Londres, em 1952. Contamos com sua audiência!

OSWALDO disse...

PARABENS PELO BLOG, NA MINHA OPINIÃO E O MELHOR DO GENERO, ME EMOCIONEI OUVINDO NOSSA INESQUECIVEL DALVA DE OLIVEIRA
OBRIGADO