sábado, 6 de setembro de 2008

As primeiras gravações de Elizete Cardoso


Hoje, o Chiadofone lhes traz as primeiras gravações de Elizete Cardoso, três delas lançadas originalmente nos 78 rpm 5010 da gravadora Todamérica ("Canção de amor", em 1950), 5052 ("Dá- me tuas mãos, em 1951), 5513 ("Tormento", 1954), mas duas delas "Alguém como tu" e "Quem diria", figuram pela primeira vez no LP de 1955, intitulado "Canção de amor", lançado pela Todamérica (LPP-TA-18), donde procedem as gravações que ilustram este post.

O início da carreira artística de Elizete Cardoso foi marcado com a presença de Jacob do Bandolim e seu conjunto, do qual faziam parte Dilermando Reis e Luiz Bittencourt. Foi em casa do seu tio Juca, que já a havia apresentado como precocidade no extinto Clube Cananga do Japão, que Elizete cantou o samba "Do amor ao ódio", de Luiz Bittencourt. Como resultado desta festinha, Elizete, pelas mãos de Jacob, veio fazer um teste na Rádio Guanabara. Foi aprovada e escalada no "Programa Suburbano", famoso na época. Cantava ainda na Transmissora, na Educadora e na Mayrink Veiga. A seguir, abandonou o rádio por dificuldades financeiras. Foi trabalhar, em várias profissões, até que, em 1947, a convite de Sérgio Vasconcelos, passou a integrar, em definitivo, o "cast" da Guanabara.

"Canção de amor", samba de Chocolate e Eliano D. Paula, surgido em 1950, foi o primeiro passo para o sucesso definitivo e que serviu para coroar o esforço e os méritos da cantora dona de uma das mais belas e queridas vozes de nossa música popular.



4 comentários:

Tombom disse...

Amo Elizeth e seu legado musical! E foi delicioso ouvi-la nessas gravações iniciais.

Valeu a dica no orkut, Gabriel! Você e seus 2 companheiros pesquisadores são um exemplo maravilhoso de pessoas dedicadas à pesquisa/preservação desses sons musicais.

Quero voltar sempre aqui, pra ouvir/saber mais.

Tom
São Paulo/SP
Brasil

Gabriel Gonzaga disse...

Olá Tom!
Muito obrigado pelo prestígio e pelo comentário. Realmente a Elizeth dos primeiros tempos era fantástica. Aliás, ela foi uma das poucas que seguiram magníficas do começo ao fim.

Visite-nos sempre, o espaço é pra todos que admiram e gostam da boa música!
Abraços,

Gabriel

Alexandre Montenegro disse...

preciso comprar uma vitrola urgente!!
q inveja de vcs do blog, q podem ouvir essas pérolas direto no bolachão!
abraço!

marcos disse...

Amigos, boa noite...
Fiquei emocionado quando ouvi as músicas de Elizeth Cardoso aqui no blog.
Que bom que existem pessoas que cultuem o bom gosto musical, não essas banalidades que hoje se apresentam em nossa combalida MPB.
Muito obrigado por suas postagens, e parabéns pelo trabalho maravilhoso!